Quando o amor chega

occupy-valentine-s-day-tumblr-protests-the-romantic-industrial-complex-e26c8d7af6

Nunca me imaginei uma pessoa romântica. Muito pelo contrário, sentia-me completa e totalmente satisfeita enquanto solteira, convicta de minha independência. Até que o inesperado aconteceu: o amor.

Quando o amor chega, todos os estereótipos são lançados ao chão, juntamente com o discursos de “pessoa durona”. Tudo o que dantes você achava idiota, agora torna-se agradável e comum. As antigas opiniões não mais importam, o amor importa.

É absurdamente delicioso ler crônicas na internet sobre relacionamentos alheios e lembrar instantaneamente da pessoa amada. Nada paga o frio na barriga antes de encontrá-la, a ansiedade pelo Dia dos Namorados, a sensação de comprar uma roupa nova pensando no próximo jantar de vocês. O sorriso, o abraço, o entrelaçar de dados. Detalhes que fazem toda a diferença, que tornam a vida muito mais bonita.

O amor é amável.

Isso significa que, mesmo que você ache uma grande bobagem, vai sorrir e se alegrar quando receber um elogio ou um carinho nas mãos. Significa que você vai adorar cada declaração, mesmo sendo a pessoa mais bruta desse mundo.

O amor acolhe, abraça, constrange.

Talvez você diga: eu não preciso disso. Eu também dizia. Até que um dia, vais perceber: o amor une perfeitamente todas as coisas*!

Jayane Condulo.

*Colossenses 3.14

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s