Brasil, diga oi para seu novo presidente

lFt2IfGJIj4dfs0waZJG4w_VHhz7RQpxAjq0txQKJcVg

Acabou. Dilma Rousseff foi afastada da presidência com o resultado de 61 votos favoráveis e 20 contrários ao impeachment. A partir de agora, Michel temer é o novo presidente da República brasileira. Diga oi, Brasil!

Se você está festejando a posse do peemedebista, de duas uma: ou você é empresário, ou um desinformado.

Desculpe a sinceridade, caro leitor, mas algumas coisas precisam ser esclarecidas antes de comemorarmos o novo presidente. O argumento de “pelo menos a Dilma saiu” é até compreensível, mas muito raso pelo o que vem pela frente.

Não, eu não estou dizendo que a ex-presidenta não errou ou não fez por onde de sofrer o impeachment. Muito pelo contrário, sempre lamentei ser representada por uma pessoa que mal sabia falar em público. Mas o que talvez você não saiba é que a frase “ruim com ela e pior sem ela” nunca fez tanto sentido quanto fará nos próximos dias e meses.

Para seu conhecimento, na manhã seguinte em que Dilma foi deposta o dólar passou a subir repentinamente. Às 11h39 do dia 1 de setembro, a moeda norte-americana subia 0,84%, sendo vendida a R$ 3,2567. Mas espera aí, não estava todo mundo dizendo que o dólar estava caro por causa do governo petista?

Falemos sobre saúde então, já que o financeiro não anda nada bem. 75% da população brasileira depende do SUS, visto que os preços dos planos de saúde são abusivos e muitas vezes inalcançáveis. Seria uma grande tragédia se o Governo cancelasse esse programa, não? É isso mesmo, Temer estuda rever o Sistema Único de Saúde para frear gastos em seu governo.

Imagino que agora você tenha começado a se preocupar, mas não para por ai. Em sua primeira fala à TV como presidente, Temer defende a reforma previdenciária e trabalhista, o que pode causar danos (e interrupções) em benefícios como férias, 13º salário, salário mínimo, licença-paternidade, entre outros. Na prática, tudo o que estiver na CLT poderá ser alvo de negociação.

Ainda em seu pronunciamento, o peemedebista deixou bem claro de que lado está: “Nossa missão é mostrar a empresários e investidores de todo o mundo nossa disposição para proporcionar bons negócios que vão trazer empregos ao Brasil. Temos que garantir aos investidores estabilidade politica e segurança jurídica.”

Agora você entende que, para comemorar a chegada de Michel Temer na presidência da República, ou você deve ser empresário, ou está desinformado, não é? É impossível pertencer à classe média/baixa e ser beneficiado com essa nova proposta de governo que claramente não está do lado “mais fraco”.

Lamentável, mas reais. Parabéns Brasil, diga oi a seu novo presidente!

Jayane Condulo.

Anúncios

1 comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s